Leandro Soares

Leandro Soares

Sítio Palmeiras


  • Nome da Fazenda

    Sítio Palmeiras

  • Região

    Três Corações

  • Estado

    Minas Gerais

História do produtor

Por mais que seja jovem, com apenas 33 anos, Leandro já viveu café numa intensidade surpreendente.

Com conversa descontraída e riso leve, o produtor conta sobre as andanças da família, sempre seguindo os rastros do café.

A história começa bem antes desse cafezão de 86 pontos. A família do Leandro era porcenteira – quem colhe café em troca de uma pequena porcentagem dos lucros da colheita.

Eles chegaram a se mudar para o Mato Grosso para plantar café, mas os grãos da época, do tipo conilon, não vingaram no tempo do estado, que é muito seco.

Voltaram para o Paraná, estado onde nasceu, e seu pai logo arrumou um novo local de trabalho.

Em 2007, depois de uma boa colheita, conseguiram comprar a propriedade de onde vêm esse café maravilhoso.

O Sítio Palmeiras, nome que homenageia o belo corredor de palmeiras que abraça a entrada do local, tem 16 hectares, fica em uma altitude de 1000 metros e está no Trópico de Capricórnio.

Leandro diz que se deleita com a imagem de 280º que tem da paisagem em volta. Eles têm vista privilegiada do Pico Agudo, ponto turístico da micro região do Norte Pioneiro do Paraná.

O produtor se especializou em grãos especiais, virou mestre de torra e seus cafés ganharam prêmios internacionais e nacionais, como melhor café do estado.

Leandro se emociona ao contar que o café mudou a vida da família, em qualidade e liberdade.

Com o café, seus irmãos puderam ter a oportunidade de estudar e hoje eles se orgulham de falar que têm dois engenheiros e uma estudante de medicina na família.

Ele e sua esposa já esperam o primeiro filho e Leandro não poderia estar mais feliz.

Segundo ele, hoje é muito diferente do que já foi, ele diz que sempre falava “cultivo café” e hoje enche a boca para dizer “tenho orgulho de ser produtor de café especial”.

Espero que gostem da história do Leandro Soares!